quarta-feira, 6 de abril de 2011

Bijoux x Tipo Físico - COLARES

O colar é um acessório que está presente em todas as estações e já é um item consagradado na moda. Como todo acessório, deve-se escolher o colar de acordo com o decote e estilo do look, para deixá-la ainda mais p-o-d-e-r-o-s-a. A diversidade de modelos, estilos, comprimentos é enorme, então segue algumas digas para encontrar o colar que melhor se adeque ao seu tipo físico, vamos lá?

Dicas básicas por Jane design:

- A ousadia de um colar imponente dispensa outros acessórios. Opte então por complementos dicretos: brinquinho, anel básico, tudo sempre discreto;

- Colares e brincos sempre devem estar em sintonia, mesmo se não formarem um conjunto;
- Colares longos favorecem para quem está com uns quilinhos a mais e deve chegar no máximo acima do umbigo;

- Os curtos ou volumosos favorecem as magrinhas de pescoço fino ou longo e com pouco busto.

- Colares em forma de Y (estilo terço) alonga pescoço e colo, favorecem as que estão com uns quilinhos a mais;

- Quanto mais estampado e detalhado for o colar, mais básica será a roupa, de preferência monotom.

- Cuidado com as sobreposições...elas sempre devem estar em perfeita sintonia com materiais, estilos, cores e tamanhos. 

Agora seguem dicas ainda mais valiosas do nosso queridíssimo consultor de moda Guga Sarti (íntimaaaa):

Muito Busto
Escolha ideal: colares próximos do pescoço, de pérolas e correntes longas. Deixam a desejar: cordões que terminam imediatamente embaixo ou acima do busto.

Pouco busto
Escolha ideal: colares vistosos desviam a atenção do pescoço. Os feitos de contas aumentam o volume do busto e engordam. Colares de duas ou três voltas, com contas menores, causam o mesmo efeito, sem "pesar" na silhueta.Deixam a desejar: modelos que ultrapassem a linha das clavículas

Ombros largos
Escolha ideal: colares que criem uma linha central alongada. Deixam a desejar: modelos curtos.

Ombros estreitos
Escolha ideal: colares delicados na linha dos ombros. Deixam a desejar: colares grandes e vistosos

Pescoço fino
Escolha ideal: pingentes curtos e redondos com correntes curtas. A gargantilha também fica muito bem em quem tem pescoço fino e longo. Deve ser usada com decotes em "V" profundo ou arredondados. As gargantilhas feitas de contas aumentam a largura e diminuem o comprimento do pescoço
Deixam a desejar: pingentes compridos e correntes em "V".

Pescoço curto
Escolha ideal: colares abaixo da linha inferior das clavículas, com pingentes alongados e verticais com correntes compridas. Os cordões médios compõem ótimo visual com decotes grandes, malhas e camisetas.
Deixam a desejar: pingentes horizontais ou pequenos e correntes curtas.

Pescoço grosso
Escolha ideal: pingentes simétricos, de composição vertical, e correntes médias. Deixam a desejar: pingentes delicados e correntes curtas.

Pescoço de quem tem colo ossudo
Escolha ideal: pingentes leves e correntes compridas. Deixam a desejar: pingentes pontudos e correntes curtas.
Muito busto - Colares tanto podem ser usados diretamente sobre a pele, dependendo do decote, como podem soberpor no tecido da roupa.

Beijos,
 
Jane.

4 comentários:

Dany Bello disse...

Janoca, boas dicas!!! Mas eu, mesmo sendo baixinha, sou do time tudo ão. Brincão, anelzão, colarzão rs!!! Adoro um exagero!

bjs!

www.espacogattena.blogspot.com

Jane design disse...

Dany - realmente tudo na moda é assim, as vezes gostamos e usamos elementos que favorecem ou não. Mas acho bacana saber o que valoriza mais cada biotipo!
Você está certíssima gataaaaaa
beijosssssss

Isabelita @novamodaemdestq disse...

Amo colares Jane e adorei suas dicas de como ultilizar, pois não sabia =)

Bjus amiga.

www.novamodaemdestaque.com

Jane design disse...

Isa - que bom que vc gostou, lembrando que tudo também vai do gosto pessoal :D

beijos